Seminário de Iniciação à docência termina nesta sexta

 

O auditório da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Pernambuco (FCM/UPE) ficou lotado na manhã dessa quinta-feira (22) durante a abertura do Seminário de Iniciação à Docência e Formação de Professores (Seminid). A plateia, formada principalmente por estudantes e professores da instituição, assistiu atenta e de forma participativa a palestra do vice-governador de Pernambuco, Raul Henry, com o tema Educação: base para o desenvolvimento.

 

“Tudo o que vou dizer aqui são convicções pessoais sobre a educação no Brasil”, disse Raul Henry, que em seguida fez um breve diagnóstico da educação pública no Brasil. “É preciso encarar a educação com coragem. Os números que vou apresentar são comprovados em pesquisas acadêmicas.”

Ele falou sobre os motivos de se investir em educação, como o acesso a cidadania, o aumento da renda em 10% por um ano a mais de escolaridade, os ganhos sociais com saúde e segurança e a redução da desigualdade de renda. Também mostrou estatística sobre interpretação. Segundo o estudo apresentado, apenas 25% dos brasileiros conseguem ler uma notícia de jornal e interpretar. Ressaltou alguns avanços na área, como a ampliação da oferta, a redução da defasagem e a idade-série, entre outros pontos. No final, agradeceu a todos e concluiu dizendo que os professores “são heróis da resistência”. Os participantes puderam fazer perguntas ao palestrante num debate mediado pelos professores da UPE Karl Schurster e Luiz Alberto Rodrigues, pró-reitor de Graduação.

Ainda na abertura, o reitor Pedro Falcão falou sobre a contribuição da universidade na área de educação. “A UPE tem uma contribuição muito importante com a formação de professores. E isso me deixa muito feliz, pelo que ela tem proporcionado para o desenvolvimento do Estado.” O primeiro dia do evento seguiu com a apresentação de pôsteres no turno da tarde.

 

 

PROGRAMAÇÃO – Nesta sexta-feira (23) é o último dia do encontro. Pela manhã, a programação tem início com a palestra sobre o “Plano Nacional de Educação e os impactos na educação em Pernambuco”, com o presidente da Fundaj, Paulo Rubem Santiago, e a presidente do Conselho Estadual de Educação, Maria Iêda Nogueira, a partir das 9h30. À tarde continua com a apresentação de trabalhos. Ao todo, o encontro conta com 84 pôsteres, 62 artigos, seis mesas-redondas, sete simpósios temáticos, duas oficinas, um minicurso e 420 participantes inscritos. Veja a programação completa aqui.